O PCP desde sempre acompanhou esta luta, em solidariedade com as acções diversificadas da Comissão de Utentes da Linha do Sado, das estruturas representativas dos trabalhadores e das autarquias. Promoveu um conjunto de iniciativas próprias, desde o Parlamento Europeu à Assembleia da República (neste caso, com a apresentação de diversas perguntas escritas ao Governo e propostas para o Orçamento de Estado), e particularmente com tomadas de posição públicas, ao nível da Direcção da Organização Regional de Setúbal. Entre outras, destacam-se o contacto com os utentes na Estação do Pinhal Novo a 17 de Outubro de 2003, no âmbito da Campanha "1000 Localidades - participação e desenvolvimento", e a deslocação a Praias do Sado do deputado comunista do Parlamento Europeu, Pedro Guerreiro, reunindo com utentes, trabalhadores, eleitos das autarquia locais da região e representantes do Instituto Politécnico de Setúbal, no início de Março de 2006.

A herança de cinco anos de atraso no que toca à inauguração da linha globalmente electrificada, da responsabilidade de sucessivos governos e das Administrações da CP e da REFER, que a tinham prometido para 2003, arrasta consigo a manutenção de um conjunto vasto de exigências e reclamações que se mantêm na ordem do dia, das quais destacamos:

- o aumento da frequência dos comboios diários, o cumprimento dos seus horários, e a necessária articulação com o transporte fluvial e rodoviário;

- a existência de parques de estacionamento de utilização gratuita;

- a garantia da comodidade nos apeadeiros em construção, e a entrada de funcionamento de todos os ascensores da Estação do Pinhal Novo;

- o alargamento das coroas do passe social inter-modal, aumentando a sua abrangência territorial e garantindo a sua validade em todos os transportes públicos da região (objecto de Projecto de Lei do Grupo Parlamentar do PCP apresentado nesta Legislatura);

- a garantia de estabilidade do emprego e dos direitos dos trabalhadores ferroviários.

A reunião hoje efectuada no Barreiro (exactamente 150 anos anos depois de inaugurada a Linha com partida desta localidade) com a Comissão de Utentes da Linha do Sado e o percurso que acabámos de realizar até Setúbal, com a presença dos deputados do PCP Bruno Dias e José Lourenço, confirmaram a justeza destas reivindicações.

O PCP vai exigir uma clara resposta do Governo quanto à concretização destas urgentes medidas para a melhoria da qualidade do serviço e para uma oferta de transporte público que corresponda às necessidades dos utentes e populações da região. Neste sentido, o Grupo Parlamentar apresentará perguntas escritas ao Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações e suscitará a questão já amanhã, terça-feira, na reunião com o Ministro das Obras Públicas, em sede da Comissão Parlamentar.